Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Ampliação do seguro rural pode desenvolver agronegócio, diz ministra

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, afirmou que o objetivo de retirar recursos do custeio de safra e realocá-los no seguro rural visa a ampliação do seguro, visando aumentar o poder aquisitivo dos produtores e desenvolver o agronegócio. Dadas essas circunstâncias, ela afirmou que não seria mais necessário que os agricultores negociassem dívidas “com o pires na mão”.

“O seguro rural precisa ter alcance, ser amplo, democrático. Mas, quero que haja recursos para a produção também, por isso estou propondo que o percentual das aplicações das LCAs destinado a financiamentos do agro aumente dos atuais 30% para 50%. E também acredito que as cooperativas possam aumentar a sua participação no crédito agrícola”, disse ela.

A ministra falou também sobre as medidas que a Pasta pode tomar para melhorar a logística do escoamento da produção para a próxima safra. Nesse cenário, ela garantiu que o Plano safra está destinando uma quantidade considerável de recursos para essa finalidade, principalmente na questão de estocagem.

“O Plano safra vem aumentando os recursos para a construção de armazéns privados e quanto ao escoamento temos feito gestões junto a ministérios como o do Transporte que junto com a Defesa vem adotando medidas mais urgentes como garantir o escoamento pelo Norte do país, para evitar que caminhões atolem como já aconteceu na Rodovia 163. Essa rodovia é o eixo principal por onde passa grande parte da produção exportada pelos portos da região”, afirma.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *