Insira sua pesquisa e pressione ENTER

ALCKMIN QUER EXTINGUIR MINISTÉRIO DO TRABALHO 

O pré-candidato ao cargo de presidente da República, Geraldo Alckmin (PSDB), declarou na noite da segunda-feira (23.07), durante entrevista no Roda viva, na TV Cultura, que está cogitando extinguir o Ministério do Trabalho (MT). Em resposta a um questionamento sobre se colocaria o PTB no comando da pasta, Alckmin afirmou que estava “até pensando em não ter mais o Ministério do Trabalho”.  

Durante a entrevista, o candidato garantiu que tem confiança de que ganhará o pleito e alegou que ainda não escolheu quem será seu vice. O ex-governador de São Paulo também disse que a correção dos depósitos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FTGS) é necessária e que não pretende voltar com a obrigatoriedade do imposto sindical.  

“Não há hipótese de voltar o imposto sindical. A reforma trabalhista foi importante. Tínhamos uma legislação dos anos 40, autárquica, de cima para baixo. Minha meta é emprego e renda. Estimular os empreendedores. Vou baixar o imposto do empresário, para trazer mais investimentos e mais empresas. Sindicatos são uma coisa cartorial”, declarou. 

Na ocasião, Alckmin defendeu Laurence Casagrande Lourenço, ex-presidente da Dersa e ex-secretário em seu governo, que foi preso pela Operação Pedra no Caminho nessa semana. Apesar de Lourenço ser indiciado pela Polícia Federal por fraude à licitação, falsidade ideológica e associação criminosa, Alckmin afirmou que acredita na sua inocência. “Acredito que o Laurence é uma pessoa correta e pode estar sendo vítima de uma injustiça”, finalizou o candidato. 

(Equipe do site)

One Comment

  • Jefferson Da Silveira disse:

    Diego toda a mídia fala das relações inadequadas de Alckmin com o Centrão. O que ele disse no Roda Viva diverge totalmente dos atos que ele vem praticando. Alckmin esta cercado pela mafia que apoiou o PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *