Insira sua pesquisa e pressione ENTER

90% dos petroleiros devem trabalhar durante greve, determina STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, acatou pedido da Petrobrás e determinou que 90% dos petroleiros devem trabalhar mesmo durante a greve. Ele somente manteve a eficácia de uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de novembro do ano passado que estipulava multa diária de R$ 2 milhões por sindicatos em caso de não cumprimento do acordo de manter 90% do efetivo em operação.

“A parte requerente defende que o prosseguimento do movimento paredista põe em risco ‘[o] abastecimento nacional de combustíveis e a segurança das comunidades no entorno das unidades operacionais’, com potencial de causar lesão à economia a à ordem públicas, o que justifica o provimento da presente contracautela pelo Supremo Tribunal Federal”, explica o STF.

Entre os sindicalistas há quem defenda a ida à Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a continuidade da greve. A paralisação levou a Petrobrás a iniciar contratações temporárias para evitar a paralisação das operações.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *