Insira sua pesquisa e pressione ENTER

88% das operadoras querem avançar em Edge Computing 

De acordo com o estudo “State of Application Strategy Telecom”, da F5, especialista em segurança corporativa, 88% dos entrevistados possuem planos para implementar ambientes de Edge Computing em 2022. Eles são fundamentais para que o 5G se torne real. 

“Em nosso país, no entanto, o Edge Computing tem sido visto primeiramente como uma resposta à disseminação de dispositivos IoT. Isso está acontecendo especialmente em serviços públicos (facilities como plantas de energia e água) e em aplicações industriais”, explica Maurício Ribeiro, diretor de vendas para o segmento de Services Providers da F5 Brasil. Em seguida, vem a busca pela melhoria contínua da performance de aplicações e, por fim, a demanda por soluções distribuídas de coleta e análise de dados. 

No entanto, a questão da segurança ainda é falha. “Enquanto o core das redes 5G tem sido objeto de cuidadosos estudos sobre como proteger essa infraestrutura, os ambientes distribuídos baseados em Edge Computing ainda correm riscos. Há casos em que são planejados e implementados sem as devidas precauções de segurança”, analisa Irineu Costato, System Engineer da F5 Brasil. 

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *