Insira sua pesquisa e pressione ENTER

84% dos brasileiros não acreditam em melhora na desigualdade social

Uma pesquisa realizada pela Oxfam Brasil, em conjunto com o Instituto Datafolha, indicou que 84% dos brasileiros não acreditam em qualquer progresso com a desigualdade social. De acordo com Katia Maia, diretora-executiva da Oxfam Brasil, os temas de desigualdade devem ser tão importantes quando as pautas econômicas.

“Só avançaremos no combate às desigualdades se os temas do racismo, da discriminação de gênero e do respeito à diversidade, da discriminação pelo endereço de moradia, do assassinato de jovens de periferia, tiverem a mesma urgência que os temas econômicos e fiscais”, afirma.

No entanto, Oded Grajew, presidente do Conselho Deliberativo da Oxfam, a agenda política do país “não tem demonstrado interesse entre a disparidade de renda entre o topo e a base da pirâmide”. A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 18 de fevereiro deste ano em 130 municípios, ouvindo 2.086 pessoas.

No relatório, Oxfam Brasil indica que um dos pontos que podem mudar esse patamar é a Reforma da Previdência que, segundo os integrantes da Organização, deve garantir “que se torne um mecanismo para enfrentar as desigualdades e não para reforçá-las”.

(Equipe do site)

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *