Insira sua pesquisa e pressione ENTER

78% DA ALTA DO DÓLAR É EXPLICADA PELA INCERTEZA ELEITORAL

Cálculos da Tendências Consultoria Integrada feitos a pedido do jornal Estadão indicam que a incerteza eleitoral explica 78% da alta do dólar. De acordo com Silvio Campos Neto, economista responsável pelo estudo, dos R$ 0,79 que o dólar subiu do começo do ano até agora, R$ 0,62 são influenciados pela indefinição do cenário eleitoral.

“Por meio desse modelo, conseguimos eliminar componentes comuns a outros países e analisar somente o impacto dos fatores domésticos. A alta do prêmio de risco do Brasil reflete tudo que afeta o sentimento do investidor estrangeiro, e a grande variável é a questão fiscal, se o próximo presidente vai honrar a agenda macroeconômica de reformas”, explica.

Outro fator determinante é o cenário externo, que representa apenas R$ 0,17 (21,7%). “Primeiro, a economia americana está forte e o Fed (Federal Reserve, banco central americano) está subindo juros”, observa o economista. “Além disso, vimos uma escalada protecionista e o aumento do risco decorrente da questão comercial entre Estados Unidos e China”, comenta Campos neto.

Também influencia na alta a queda do preço das commodities (4,5%)

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *