Insira sua pesquisa e pressione ENTER

7,1% das cidades rumam para universalização do saneamento

Apenas 7,1% das cidades brasileiras foram classificadas como “rumo à universalização”, de acordo com um ranking que foi realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes). A pesquisa avaliou 1.670 municípios e se refere ao ano de 2019 e não mostra o impacto da pandemia e nem do novo marco do saneamento básico aprovado no Congresso Nacional no ano passado.

“A maior parte das capitais brasileiras está na categoria Empenho para a universalização (48,15%). A melhor colocada, entre as capitais, foi Curitiba (PR), única a atingir a categoria mais alta – Rumo à universalização. A capital com a menor pontuação foi Porto Velho (RO), classificada na categoria Primeiros passos para a universalização”, diz o relatório da pesquisa.

No período de 2017 a 2019, de forma geral, observa-se uma ligeira melhora no desempenho dos municípios ranqueados. “Enquanto em 2017, eram 16,54% dos municípios nas duas primeiras categorias, em 2019, estas passaram a representar 22,28%. Além disso, a categoria de maior pontuação (Rumo à universalização) passou a ter proporcionalmente mais participantes em relação aos anos anteriores, principalmente entre os municípios de pequeno e médio porte”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *