Insira sua pesquisa e pressione ENTER

58% dos brasileiros usam dispositivos pessoais no home office

Uma pesquisa realizada pela Kaspersky afirmou que 58% dos funcionários que estão em home office no Brasil não receberam equipamentos corporativos para o trabalho em casa e estão usando seus próprios computadores, celulares ou tablets para acessar informações confidenciais da sua organização. No entanto, essa prática pode trazer riscos de segurança para as empresas.

“Eu gostaria que os empresários que liberaram o home office com dispositivos pessoais parassem um minuto para avaliar se sabem se seus funcionários contam com alguma solução de segurança de qualidade instalada no equipamento; ou se o funcionário usa senhas fortes tanto no acesso ao dispositivo quanto para conectar-se à rede WI-FI doméstica; ou se estes os computadores e celulares dos funcionários estão com os sistema operacional e programas atualizados para evitar infecções”, questiona Roberto Rebouças, diretor executivo da Kaspersky no Brasil.

Para ele, o risco é real e que os líderes dessas organizações devem adotar as práticas de segurança recomendadas. “Medidas simples como uma solução de segurança de qualidade, senhas fortes, dupla autenticação e sistemas atualizados podem evitar problemas, como vazamento de dados de clientes, perdas monetárias com fraudes via Internet Banking ou roubo do WhatsApp corporativo”, explica o executivo.

“Entendemos que a crise exigiu adaptações rápidas das empresas e compreendemos que a prioridade era a manutenção do negócio, porém a segurança não pode ser adiada para sempre. Já estamos há 3 meses nesta situação e, para aquelas empresas que pensam em manter o home office por todo este ano, não se pode ignorar os riscos digitais. Só para ter uma ideia, de fevereiro a abril, identificamos crescimento de 330% nos ciberataques usando ferramentas de acesso remoto. Este crescimento mostra o interesse crescente dos criminosos em computadores desprotegidos que estejam conectados a redes corporativas”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *