Insira sua pesquisa e pressione ENTER

5 inovações em TI que surgiram na pandemia

O portal especializado em tecnologia Whow! listou uma série de cinco inovações em tecnologia da informação (TI) que surgiram durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o portal, o setor de tecnologia da informação foi um dos mais acionados para promover mudanças ou mesmo criar produtos e serviços.

A primeira delas é o jantar sem contato. “A Presto, uma fornecedora de tecnologia para restaurantes, criou o Contactless Dinig Kit, ou kit de jantar sem contato. A solução é um conjunto de ferramentas que permite aos visitantes dos restaurantes olhar o menu, realizar seus pedidos e fazer o pagamento via smartphone”, diz o portal.

Outra inovação foi um novo jeito de torcer no futebol. “Para comemorar a volta da liga, o Aarhus, clube que ocupa a terceira posição na tabela da Dinamarca, fechou uma parceria com o aplicativo de videoconferências Zoom para formar uma arquibancada virtual”, completa.

A educação online no Quênica também pode ser considerada uma inovação. “A Huawei ICT Academy, fruto de parcerias da empresa chinesa com universidades de todo o mundo, lançou o Lean On, programa que está ajudando mais de 50 mil quenianos a estudar em casa. O projeto fornece uma plataforma aberta para que escolas criem seus sistemas de educação online”, indica.

A quarta inovação da lista é o distanciamento com realidade aumentada. “Com as medidas de isolamento social sendo flexibilizadas no Brasil, é mais importante que nunca manter hábitos adquiridos nos últimos meses, como lavar as mãos regularmente, usar máscaras e permanecer distante das pessoas ao redor. Esta última tarefa pode ser difícil, mas o Google está disposto a ajudar. A gigante da tecnologia lançou uma ferramenta que usa realidade aumentada para dizer se você está ou não a dois metros de distância de outra pessoa”, afirma.

O varejo de moda foi um dos setores mais atingidos pela crise e por isso carece de inovações. “A ASOS, varejista britânica de moda, também usou realidade aumentada para inovar e substituir os ensaios fotográficos para mostrar seu portfólio. Para continuar apresentando aos consumidores novas peças de roupa, a empresa está vestindo digitalmente seis modelos com até 500 produtos por semana”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *