Insira sua pesquisa e pressione ENTER

25% das marcas de luxo deixaram o Brasil em 3 anos

O fechamento da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo, faz parte de um abandono de 25% das marcas de luxo que deixaram o Brasil nos últimos três anos. A informação foi divulgada pelo portal Estadão, na segunda-feira (18.03).

De acordo com Claudio Diniz, coordenador executivo no Brasil do Núcleo de Luxo da Université de Paris e da Université d’Angers, no Brasil, “com exceção de uma pequena parcela de consumidores argentinos e, mais recentemente, angolanos, as marcas de luxo vendem basicamente para brasileiros. Nós não somos como o México, que vende muito para americanos, e muito menos como os europeus, que vendem para gente do mundo todo, em particular os chineses”.

“Além da carga tributária, que é um dos principais problemas do setor, o mercado brasileiro tem características muito próprias, com as quais eles não estão habituados, como as compras parceladas ou as diferenças regionais. Vender luxo em São Paulo é completamente diferente de vender no Rio, em Brasília ou Curitiba”, completa.

Segundo informações coletadas pela consultoria Bain & Compan, nas Américas, Canadá e México tiveram desempenho forte, “enquanto as incertezas políticas prejudicaram o desempenho do Brasil”.

(Equipe do site)

One Comment

  • Max Guimaraes disse:

    Começo a ficar meio preocupado com o site OPINIÃO LIVRE… Ultimamente as notícias informam “Segundo a FOLHA” ou “Segundo o ESTADÃO” (…)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *