Insira sua pesquisa e pressione ENTER

1 ano de Pix: Brasil é o país que mais rápido se adaptou

O método de pagamento do Pix completou um ano de uso e o Brasil é o país que mais rápido se adaptou a um sistema desse tipo, segundo informações divulgadas pelo It Fórum. Em apenas um ano de existência, cerca de 30 a cada 100 transações no Brasil já são feitas pelo Pix e no mesmo período de tempo, o Chile, segundo colocado da lista, registrava apenas 9 transações a cada 100 em seu meio de pagamento instantâneo.

“Muitas vezes perguntam se os objetivos do Pix foram atingidos e se havia alguma meta quantitativa”, disse o diretor do Banco Central, João Manoel. “Mas se o Pix tivesse alcançado a adoção que era a maior até a altura, no caso, o Chile, já seria um sucesso estrondoso”. Além da adoção veloz o Brasil só fica atrás de Dinamarca e Suécia em termos de participação dos pagamentos instantâneos no total de transações de cada país.

“Nossas expectativas eram altas, pois estávamos seguros que as características do PIx vinham ao encontro de muitas lacunas existentes nos instrumentos de pagamento disponíveis até então “, afirmou Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central. “Hoje, após esse primeiro ano de funcionamento, digo com grande satisfação que a realidade superou as expectativas”.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *